Palestina X Israel parte 2.1


É camarada essa vida me mata ainda, dei uma cabeçada em um servidor esses dias que vi estrelas, rsrs.

Voltando ao assunto da Palestina e Israel, é interessante como culturas tão diferentes tem conflitos pelas mesmas coisas, mas vamos voltar a muitos anos atrás, antes do islamismo de Maomé.

O povo árabe antigamente não era considerado um único povo, era caracterizado como pessoas do deserto, semitas do qual não seguiam exatamente uma cultura predominante, eles viviam em diferentes tribos, com diferentes deuses(eram politeístas), apenas falavam a mesma língua.

Mas tinham 2 povos com singularidades, alguns eram nômades, sobreviviam com o comercio em suas caravanas com os produtos que havia na região, conhecidos por beduínos, e havia também os coraixitas do qual sobreviviam do comercio fixo habitavam a região litorânea da península arábica.

Assim viveram muitos anos até Maomé, nascido em 570 D.C na Meca era apenas um homem de comercio do qual fazia grandes viagens, pelo menos até os 40 anos de idade, ele não era conhecido pelo que conhecemos.
Maomé tinha o costume de sair de Meca, próximo a montes que tinha ao redor pra orar, foi em uma dessas saídas pra orar(610 D.C) que o anjo Gabriel o visitou e informou a ele que era o último profeta da humanidade, assim o anjo recitou alguns versos e pediu para Maomé repetir.

Assim voltando para sua cidade falou para poucas pessoas o que tinha acontecido, só que mais e mais o anjo aparecia para ele(durante 23 anos – é o livro alcorão), assim começa a expansão árabe, mas vamos a algumas distinções.

Maomé não veio para rejeitar outras religiões monoteístas como judaísmo ou catolicismo e sim para restaurar a fé(diz os muçulmanos), o islamismo se diferencia também em um aspecto, sim é monoteísta! Mas cada país fez sua interpretação baseada no alcorão, por exemplo, no catolicismo é tudo baseado na interpretação de um líder(papa).

Sobre a Jihad ou esforço, só pra deixar claro, a jihad não tem nada a ver com guerra santa, bom à dois tipos o interno e externo(de defesa), o interno é uma luta constante para seguir os preceitos de Ala, acordar cedo, orar, controlar suas vontades e etc's.
Já a jihad de defesa é usado para autodefesa ou para defesa da nação islâmica, mas com algumas regras: Que ela seja feita sob um governo Islâmico justo, Que não se mate velhos, mulheres, crianças e inocentes, Que seja efetuada especialmente para a defesa de caso extremo. (Camila Strumpf Fijjaj)

Ah e o Islamismo considera Jesus um dos grandes profetas assim como Moises foi, Abraão ou mesmo Maomé, eles prestam respeito a ele também, só não tem muitos detalhes de sua vida no corão, mas tem!

Só para desencargo de consciência, a diferença entre os xiitas e sunitas é que os xiitas acham que os líderes religiosos devem ser descendentes da família de Maomé e não aceita outro livro além corão para justificar sua fé eles são 20% do povo, já o restante sunitas, usam o Suna para entender melhor o corão e crêem que os lideres religiosos devem ser elegíveis pelo povo.

Bom não vou falar muito sobre o islã, pois não é o intuito e também não conheço muito, mas é muito interessante, vale à pena dar uma lida sobre isso.
Continuando, na era de Maomé não houve aquela explosão, foi mais com seus sucessores, contudo eles definiram e unificaram o povo árabe, mas as expansões islâmicas ampliaram sob os califas Omíadas (661 – 750).

Mas também a fé não foi o único motivo da ampliação, mas a o domínio das rotas de comércio, assim dominaram grande parte da região, os árabes dominaram grande parte da península ibérica, foram avançando pelo norte da áfrica e na Europa só foram detidos pelos francos em 732 D.C.

O império Persa que desapareceu, o império Bizantino conhecido também como Império Romano do Oriente foi reduzido, foi nessa onde a palestina ou terra santa, foi conquistada pelos árabes, essa expansão teve várias dinastias algumas mais importantes que outras, mas vou direto a pra uma parte dá história que amo, os acontecimentos que tiveram repercussão gigantesca. As cruzadas...

Tentei ser imparcial o máximo possível, rs.
Continua...erros de datas, fatos ou português é só falar ...rs
Compartilhe este artigo :

+ comentários + 3 comentários

17 de julho de 2009 15:35

Cara, é uma história dificilima de ser contada em poucos textos...
A origem das religiões é muito especulativa assim como as origem dos diversos conflitos.
Você fez um resumo de tudo...da para ter uma base legal...

17 de julho de 2009 17:35

cara eu juro que por mais que eles deem a s justificativas eu acho uma idiotice totalmente irracional ficar brigando pelo o que ningum viu sendo que nenhum lado é dono da razão apenas acredita ser

29 de julho de 2009 06:18

Assunto bem complexo mesmo ...
bóra falar da origem católica então, rs

Postar um comentário
 
Traduzido Por : Template Para Blogspot Copyright © 2011. O mundo das idéias - All Rights Reserved
Proudly powered by Blogger