Sobre utopia...

Creio que as utopias não estão só na cabeça, só que a implementação de algumas não deu certo e outras deram muito errado. Bom vamos voltar a 500 anos atrás, um exemplo básico, a mecânica naquela época não tem nem comparação com o que temos hoje, leo da vince devia ser um desses homens utópicos da época, pois desenhar/imaginar uma máquina que pudesse voar(helicóptero), mas ele devia ser só um gênio da época...
Vou usar alguns exemplos mais práticos, pois a utopia é sempre ligada a uma sociedade. Engels e Marx dois filósofos alemães que juntos criaram o manifesto comunista, que todo mundo já está cansado de saber, no caso o marxismo foi desvirtuado e usado em alguns países como a ex união soviética. Mas então o comunismo prático, não desvirtuando seus valores originais não seria uma utopia? um socialismo utópico ou coisa que o valha...?!
Bão vamos lá, não sei se alguém aqui já leu um livro chamado the coming race(a raça do futuro), é uma ficção cientifica(novela) criada por edward bulwer lytton's em 1871. Trata-se de uma uma história de uma raça superior que vivia abaixo da superfície, do qual utilizavam uma energia chamada Vril, eles podiam usar essa energia para quase tudo, curar, matar e no fim do livro mencionam que se essa raça subisse para superfície, a nossa raça poderia ser aniquilada facilmente.
Ai começa a história, um pouco depois da primeira guerra mundial, criaram uma sociedade mística secreta, chamada sociedade Vril, com essas mesmas ideias do livro sobre superioridade alguns do membros do alto-escalão da SS usaram essas mesmas ideias para algumas atrocidades, segundo alguns pesquisadores, alguns nazistas se achavam a raça descendente do povo de atlântida, isso eu já não sei, pois não tem nenhum cara vivo que saiba disso hoje em dia.
No entando eles quase ganharam a guerra pra criar uma sociedade "utópica", implementação ruim? sei lá....De certo tem muitas coisas que de inicio parecem utópicas, mas podem ganhar força e sair da cabeça.

"A utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar".
Eduardo Galeano
Compartilhe este artigo :

+ comentários + 8 comentários

9 de junho de 2009 19:38

Olá!
Acho que o ser humano carrega dentro de si diversas utopias... a questão é que nem sempre o que pensamos não poder realizar é TÃO intangível assim; depende, muitas vezes, da vontade de uma classe dominante, que não quer ver a ascensão das minorias em detrimento de seu próprio conforto e comodismo.

Obrigado pelos comentário no meu blog.

Um abraço,
Ramiro Catelan
http://traindoarazao.blogspot.com/

P.S.: refazendo o comentário porque, em vez do meu blog, coloquei o teu ali em cima, hahaha. ;P

10 de junho de 2009 07:40

Concordo com vc colega!
Belo post...
A utopia é necessária, o ser humano precisa constantimente imaginar um mundo como sendo perfeito, ou pelo menos melhor!
Eu sou um pouco utópica...rsrs

Bjos

10 de junho de 2009 09:19

Gus, sabe que adoro ler as coisas que escreve, mas se escrevesse isso no blog dos meninos, com certeza seria alvo de dezenas de comments... rsrsrs
Vou dar uns pitacos sobre o seu post, não resisto, ainda mais que dei aula disso essa semana! Penso que você misturou utopia com Marx e Engels, Eles não são utópicos! Claro que teve o socialismo utópico antes deles, mas esse socialismo era uma corrente que “desenhava” uma sociedade ideal sem fundamento algum, era só um ideal. Já Karl Marx e Frederich Engels, desenvolveram essas idéias e sua corrente ficou conhecida como o socialismo científico, ou seja, é um socialismo, nem tão utópico assim, pois foi baseado em todo um estudo social-econômico. Marx apenas precisaria de tempo pra se ter certeza que não era um utópico e isso não demora muito já que com essa nova crise, os que jogaram Marx na fogueira agora recorrem ao “O Capital” pra entender essa bagaça capitalista. Já o livro do Lytton’s pode ser chamado de utopoia, pois é ficção, ou seja, não há embasamento científico algum! O "utopismo" consiste na idéia de idealizar não apenas um lugar, mas uma vida, um futuro, ou qualquer outro tipo de coisa, numa visão fantasiosa e normalmente contrária ao mundo real. O utopismo é um modo não só absurdamente otimista, mas também irreal de ver as coisas do jeito que gostaríamos que elas fossem.
Com relação ao Da Vince, ele não era utópico, ele era um cientista... E vc está sendo anacrônico no modo de pensar. Mas entendo o que vc quer dizer, vc quer dizer que ele sonhou uma coisa que é real hj, então, mais um motivo pra não ser utópico. Cuidado pra não ser anacrônico, um bom pensador tem que ter noção de espaço e tempo e sei que vc é um pensador.. rsrs
Mais uma coisinha, não entendi o que quis dizer com o marxismo foi “disvirtuado”e usado na Ex-URSS... Se quis dizer que tentaram implementar uma sociedade socialista atráves do manifesto, posso até compreender um pouco, mas falar que a URSS era socialista, jamais!
Quanto ao Galeano ele é muito passional ao meu ver. E trocaria a utopia dele por sonho!
Pense tb há 500 no caso de Colombo, era utopia, sonho ou espírito aventureiro?

Ufa... terminei!

10 de junho de 2009 13:10

Então idéias são utópicas, só citei pessoas como exemplo, podia falar sobre atlântida?...rsrs daria no mesmo.

Como fui anacrônico?só se eu falasse que ele deu um role de helicoptero na época rsrs

Então eu quis dizer isso mesmo a Ex-URSS nunca foi socialista...

2. P. ext. Descrição ou representação de qualquer lugar ou situação ideais onde vigorem normas e/ou instituições políticas altamente aperfeiçoadas.
3. P. ext. Projeto irrealizável; quimera; fantasia: &
Fonte(s):
Dicionário Aurélio

ah eu não trocaria não utopia por sonho, acho que podem andar um paralelo ao outro.

O Sr colombo era mochileiro, rsrs mas de fato vamos imaginar, ele e o resto do mundo não conheciam a américa, e alguns imaginavam uma terra farta de riqueza bla bla bla antes de descobrir era utopia? depois não é mais? ou nunca foi ???? a utopia depende do espaço/tempo?

é bom dezenas de coments, assim se forma a tal da dialética...eu não acredito em verdade absoluta, bom eu não sou especialista em história, minha área é tecnologia se alguém falar disso, posso fazer vários comentários do texto, não para fazer tipo, mas para mostrar outros caminhos, assim os 2 crescem.

= )

10 de junho de 2009 13:56

o tempo pode ser um dos elementos pra ser utópico ou não... com relação a Colombo ser mochileiro, eu ia escrever exatamente isso! Tb acredito que ele era um aventureiro e acho que tanto o sonho quando a aventura são os maiores responsáveis pelas grandes descobertas (em todos os campos)! Quando digo anacrônico é pq vc disse que "a mecânica naquela época não tem nem comparação com o que temos hoje" isso soou como se fosse uma mecânica atrasada em relação à hj e isso nunca deve ser colocado, pois temos que analisar um tempo à aquele tempo. Nesse caso, não tal coisa de tal tempo comparada a hj. Isso é anacronia. Mas vc tem que analisar os feitos para o tempo em que se encaixava.. não sei se fui clara... Beijos!

10 de junho de 2009 14:22

Io capisco bambina :)

eu não quis comparar com a mecânica de hoje, quis comparar a mecânica com o que o leo tinha arquitetado, me expressei mal rs

11 de junho de 2009 06:41

Não tenha duvida que o homem necessita de sonhos para continuar a viver...senão a vida não passa de um tédio....nós necessitamos nos apegar no que não é real para vivermos melhor....seja com um amor platonico, religião, emprego.....

Postar um comentário
 
Traduzido Por : Template Para Blogspot Copyright © 2011. O mundo das idéias - All Rights Reserved
Proudly powered by Blogger